Prêmios de amigos

quarta-feira, maio 30, 2012

Dia mundial do desafio - Mexeu hoje?


A Secretaria Municipal de Educação e Cultura de Saquarema aderiu a este desafio  incentivando todas as escolas da rede a participar desta campanha mundial  de incentivo à pratica regular atividades físicas. 

Hoje pela manhã, a secretária de educação Ana Paula, junto com sua equipe,  participaram também do desafio com um alongamento na rua em frente à Secretaria de Educação.


O ser humano é por natureza um ser ativo e, portanto, quando lembramos da palavra "atividade" podemos relacioná-la com outra que é "movimento". Por definição, podemos dizer que o movimento humano é uma mudança da posição do corpo ou de segmentos corporais no espaço e no tempo através da aplicação de vários graus de força. O movimento sempre fez parte da vida do homem, porém, o acesso às novas tecnologias vem transformando o homem do século XXI menos ativo em relação ao passado.
De acordo com o site http://boasaude.uol.com.br/lib/ShowDoc.cfm?LibDocID=4772 , no Brasil, o sedentarismo é um problema que vem assumindo grande importância. As pesquisas mostram que a população atual gasta bem menos calorias por dia, do que gastava há 100 anos, o que explica porque o sedentarismo afetaria aproximadamente 70% da população brasileira, mais do que a obesidade, a hipertensão, o tabagismo, o diabetes e o colesterol alto. O estilo de vida atual pode ser responsabilizado por 54% do risco de morte por infarto e por 50% do risco de morte por derrame cerebral, as principais causas de morte em nosso país. Assim, vemos como a atividade física é assunto de saúde pública.

Nossa escola participou deste desafio proporcionando aos alunos, professores e funcionários um alongamento seguido de alguns exercícios aeróbicos, que são exercícios que aceleram a frequência cardíaca e respiratória e melhora a resistência cardíaca e pulmonar.


 





















Manhã angelical


A comemoração em homenagem ao Dia das Mães aconteceu sábado dia 26/05. Antes das apresentações,  cuidadosamente  preparadas pelas professoras de cada turma , as mães foram recepcionadas pela direção , em seguida, assistiram a um vídeo musical com fotos de alguns momentos vividos dentro da escola do início do ano até agora ; há uma mensagem, onde dialogavam Deus e uma criança que estava pronta para nascer; a filmagem de todos os alunos para as suas mães, do Pré I ao 5º ano (que estavam na escola no dia anterior). Foram momentos que arrancaram lágrimas de algumas mães...



Alunas do 2º, 3º e 5º anos apresentaram uma mini peça que proporcionou à todos os presentes momentos de reflexão do papel de ser mãe...

A professora Claudiane perguntou se alguma mãe possuía o retrato de seu filho em sua carteira ou bolsa.  Com esta tarefa iniciou-se a gincana entre as turmas do 2º ao 5º ano. Foram duas mães que possuíam a foto, uma do Pré e a outra do 5º ano. Por sinal, nossa orientadora pedagógica Alessandra, que se encontra até o dia 3 de licença maternidade, possuía uma foto de seu filho.  Sendo assim, a equipe amarela com este simples detalhe saiu na frente com 10 pontos.

Nossa primeira apresentação no pátio foi uma poesia criada espontaneamente pelas alunas do 5º ano,que foi apresentada  na Casa do Nós, sábado, antes do dia das Mães. Depois, o encantamento tomou conta de todos os presentes com a apresentação das turmas do 1º ano das professoras Eliane e Nete, com a alegria contagiante das turmas do Pré I e Pré II que cantaram a música “Minha mãe” do Balão Mágico; em seguida,  demos início à segunda fase de nossa gincana com  apresentações dos alunos do 2º ao 5º ano.





·         Equipe Amarela , turma da profª do 5º Ionara  ,com a música “ Como é grande o meu amor por você” – Roberto Carlos;


·         Equipe Branca , turma da profª  do 4º Carla, com apresentação de uma mini peça seguida da música” Aos olhos do Pai” – Ana Paula Valadão;
·         Equipe Azul, turma da profª do 2º, Edivanda, com a música “ Amor de mãe” – Quatro por um;

·         Equipe Vermelha, turma da profª do 4º, Laudiceia, com a música “ Exemplo de mãe”;

·         Equipe Verde, turma da profª  do 2º, Márcia, com a música “Maezinha “ – Aline Barros; infelizmente por problemas de ordem tecnica só consegui filmar o trecho abaixo.Peço desculpas  a equipe verde pelo  ocorrido.


obs: Na próxima sexta-feira irei filmá-los . 


·         Equipe Laranja, turma da profª do 3º , Rocksane, com a música “ Mãe” – Voices

Entre uma apresentação e outra a diretora Cleide Jane sorteou vários brindes. O pessoal da cozinha, como sempre, deu um show. O cardápio do almoço das mães foi strogonoff de frango, salada e arroz e, de sobremesa, um lindo bolo, doado pelo Supermercado São Lucas.



Todas as apresentações foram emocionantes e com certeza deram certo trabalho às juradas Rogéria, Léa e Ana Cláudia. Quem ficou com o 1º lugar na apresentação foi a equipe Laranja com 40 pontos, em 2º a equipe Azul com 20 pontos, as equipes restantes ganharam 10 pontos de participação.
O último sorteio foi de uma hiper cesta olha a mãe sorduda aí no vídeo.








Em nome da direção, agradeço à toda equipe EMMRA, às mães e, em especial, aos alunos que participaram desta grande festa.


quinta-feira, maio 17, 2012

Ninguém liberta ninguém, ninguém se liberta sozinho, as pessoas se libertam em comunhão."

"Ninguém liberta ninguém, ninguém se liberta sozinho, as pessoas se libertam em comunhão."
Paulo Freire













Quando favorecemos situações de interação estamos favorecendo a aprendizagem das crianças em conviver com outros iguais , respeitando e valorizando as diferenças, resolvendo e respeitando os conflitos gerados por esta interação, aprendendo a contar com a parceria do outro  para construir competências indispensáveis para o convívio em equipe, tal como o cooperar, esperar sua vez de falar, ouvir o outro, colocar-se no ponto de vista do outro e agir com ele a partir deste conhecimento. São  nessas situações que as crianças aprendem a serem éticas consigo próprias e com os outros.

Nos sentimos orgulhosas quando recebemos o convite da profª Marlete para apresentar a peça " A Pílula Falante",  para sua turma na Escola Washington Luís. Marlete,  que também é   funcionária da nossa escola,   teve um papel fundamental  na apresentação; pois, foi quem criou a coreografia e ensaiou as meninas.

Apesar da estreia ter acontecido  na Casa do Nós, fora dos muros de nossa escola, estávamos alegres e apreensivos; pois desta vez, a apresentação era para um público culturamente  mais crítico. Fomos muito bem recebidos pelos representantes da escola, funcionários, professores e alunos. Foram  duas apresentações,  momentos que guardaremos com imenso carinho em nossas lembranças.










"Ninguém ignora tudo. Ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa. Todos nós ignoramos alguma coisa, por isso aprendemos sempre".

Paulo Freire

“Faça aquilo que você receia e a morte do medo será certa”.

O medo é uma reação instintiva e essencial, que nos prepara fisiologicamente para lutar ou fugir diante de situações ameaçadoras.

O medo normal é bom, o medo anormal é mau e destrutivo. Permitir constantemente os pensamentos de medo acarreta o medo anormal, obsessões e complexos.

Todos nós sentimos medo, muitas vezes sem qualquer sentido ou razão lógica. Ralph Waldo Elerson, filósofo e poeta, disse: “Faça aquilo que você receia e a morte do medo será certa”. Quando você afirma positivamente que vai dominar seus receios e chega a uma decisão definitiva em sua mente consciente, liberta o poder do subconsciente, que flui em resposta à natureza do seu pensamento.

Estou trabalhando o tema medo com a turma do 3º ano da profª Rocksane, esta semana eu contei a história do João Sem medo. Antes de relatar a história propriamente dita, disse que a história era sobre um menino que não sentia medo de nada e resolveu sair por este mundão afora buscando algo que lhe causasse medo. Chegando a certa cidade ele ficou sabendo que existia uma casa em ruínas onde as pessoas que já haviam passado a noite lá amanheciam mortas ou enlouqueciam. Pedi que eles imaginassem e escrevessem ou desenhassem o que o menino viu quando passou a noite nesta casa.
 Dê uma olhada no que foi produzido por eles.


Como vocês puderam observar a maioria dos alunos desenharam  fantasma.
O aluno Lucas foi o único aluno que fez o desenho do fantasma com a nossa forma humana. As alunas Caroline e Rayssa desenharam seus fantasmas saindo do sofá, o fantasma do Daniel saia do teto.

O restante da turma desenhou cobra, aranha, conjunto de bijuterias e cachorro.

Ficou curioso em conhecer a história de João Sem Medo? Então assista o vídeo abaixo!



Como quem conta um conto aumenta um ponto ,comigo não seria diferente . No final da história, João Sem Medo reformou a casa , contratou vários profissionais e levou para lá todas as crianças que estavam  abandonadas nas ruas. Além disso virou o melhor amigo e sócio do falso fantasma.
claudiane








Cada criança é única; por isso, as coisas que assustam as crianças e a idade em que cada medo se manifesta variam muito de criança para criança, e até mesmo de uma cultura ou esfera social para outra. Ainda assim, registra-se uma relação muito generalizada entre a idade e o aparecimento de determinados medos. A lista seguinte pode servir como orientação:
* Até um ano de idade, as crianças pequenas têm medo dos estímulos intensos e de tudo o que é desconhecido para elas, como, por exemplo, as pessoas. O medo das pessoas desconhecidas, em geral, diminui até ao ano e meio de idade.
* Entre os 2 e os 4 anos surge o medo das trovoadas, dos animais e das catástrofes. Essa também costuma ser a idade em que as crianças começam a ter medo do escuro, medo esse que normalmente desaparece até aos nove anos.
* Entre os 4 e os 6 anos aparece o medo dos monstros imaginários, como as bruxas e os fantasmas e o medo da separação dos pais.
* Entre os 9 e os 12 anos os medos distintos estão mais relacionados com as coisas do cotidiano, tais como os acidentes, as doenças, os conflitos com os pais, o insucesso escolar, etc.
  A listagem  acima foi copiada do Blog Mundinho da Criança.






sábado, maio 12, 2012

“O amor de mãe por seu filho é diferente de qualquer outra coisa no mundo. Ele não obedece à lei ou piedade, ele ousa todas as coisas e extermina sem remorso tudo o que ficar em seu caminho”.
 Agatha Christie







Parabéns a todas as mães , em especial as mães que fazem parte da EMMRA.